Esta quinta-feira o partido Candidatura de Unidade Popular (CUP), de Manresa, Barcelona, vai apresentar no debate municipal uma moção para defender alternativas aos tampões e aos pensos higiénicos.

Aquela organização da esquerda radical ligada ao Podemos pretende melhorar o apoio que as adolescentes recebem no início do seu ciclo menstrual e que sejam promovidas formas alternativas para recolher o sangue menstrual. Entre essas alternativas encontram-se os “copos menstruais, roupa interior absorvente ou as esponjas marinhas”, cita o ABC.

O CUP defende que estas alternativas são mais “saudáveis, sustentáveis e económicas” comparativamente aos pensos higiénicos e tampões. O partido propõe ainda que seja entregue um exemplar de cada um dos métodos a todas as jovens do município.

Em Portugal, o PAN conseguiu a redução do IVA nos copos menstruais, em março deste ano.