O tenista português Gastão Elias, número 117 do ‘ranking’ mundial, venceu hoje o “challenger” de Turim, ao derrotar na final o espanhol Enrique Lopez-Perez, no lugar 300 da hierarquia, em três sets.

Para conquistar o seu quinto título no circuito “challenger”, segundo escalão do circuito, o número dois nacional teve de dar a volta a um marcador desfavorável, impondo-se por 3-6, 6-4 e 6-2, em duas horas e 17 minutos.

Mostrando, mais uma vez, que está a tornar-se num verdadeiro especialista em reviravoltas, o atual 117.º jogador mundial superou as dificuldades que o vento lhe causou e, no derradeiro parcial, encarreirou cinco jogos consecutivos para conquistar o encontro e, consequentemente, o seu primeiro título do ano no torneio italiano.

A atravessar um dos melhores momentos da sua carreira, Elias vai chegar ao Estoril Open, onde já tinha entrado diretamente para o quadro de singulares pela primeira vez na sua carreira, dentro do ‘top 100’ mundial, um sonho que vê cumprido aos 25 anos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Com a vitória de hoje, Gastão Elias passa a contar com cinco troféus, todos da categoria “challenger”, depois de Guaiaquil (Equador) e Lima (Peru) conquistados em duas semanas consecutivas no final de 2015, Santos (2013) e Rio de Janeiro (2012).

O jovem da Lourinhã, radicado na Flórida, que tinha como melhor classificação até hoje o seu 103.º posto, alcançado em 2013, junta-se a João Sousa (34.º) no ‘top 100’ mundial, um feito que permitirá ao ténis nacional voltar a ter dois representantes em simultâneo.