Uma pessoa morreu e dez ficaram feridas hoje no sul da Turquia na sequência do lançamento de dois mísseis a partir do norte da Síria, de zonas controladas pelo grupo extremista Estado Islâmico, informou o governo turco.

Segundo a edição eletrónica do diário Hürriyet, o vice-primeiro-ministro turco, Yalcin Akodgan, indicou que os mísseis explodiram numa mesquita, a apenas cem metros da sede do governo em Kilis.

O próprio vice-primeiro-ministro encontrava-se na sede no momento do impacto.

Horas antes tinham caído outros projéteis na mesma cidade, causando 16 feridos, entre eles algumas crianças.

O vice-primeiro-ministro adiantou aos jornalistas que o exército turco respondeu a estes ataques com fogo de artilharia.

Desde o dia 18 de janeiro registaram-se os ataques a Kilis provocaram 16 mortos e 35 feridos, segundo dados do governo turco.