A larga vitória do primeiro-ministro sérvio de centro-direita, Aleksandar Vucic, nas legislativas antecipadas de domingo foi hoje confirmada, contabilizada que está a quase totalidade dos boletins de voto, anunciou a comissão eleitoral da Sérvia.

Escrutinados 97,46% dos votos, o Partido do Progresso (SNS, centro direita) de Vucic obteve 48,25%, com uma larga vantagem em relação ao segundo partido mais votado, o Partido Socialista (SPS), parceiro de Aleksandar Vucic no anterior governo, que obteve 11,01%.

De acordo com a comissão eleitoral, a confirmar-se o resultado, o SNS ocupará 131 dos 250 assentos no parlamento sérvio.

O Partido Radical (SRS, extrema-direita) do deputado pró-russo Vojislav Seselj foi o terceiro partido mais votado, com 8,05% dos votos, que lhe dá 21 assentos parlamentares.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Quatro outras formações políticas obtiveram mais de 5% dos votos, que lhes garante representação parlamentar: O Partido Democrático (DS, centro, 6,05%), uma formação nova chamada Dosta je bilo (Já basta, NDLR), liderada por Sasa Radulovic, antigo aliado de Vucic e ex-ministro da Economia (5,99%), uma coligação liberal liderada pelo antigo presidente sérvio Boris Tadic (5,03%) e uma coligação eurocética e pró-russa, DSS-Dveri (5%), anunciou a comissão eleitoral.

Várias formações representantes de minorias na Sérvia serão representadas: o Partido dos Húngaros (SVM), dois partidos dos muçulmanos da região de Sandzak (sudoeste) e uma formação representante dos albaneses do sul da Sérvia.