O diário, que cita funcionários do governo norte-americano, refere que Barack Obama autorizou recentemente um novo envio de soldados, elevando de 50 para cerca de 300 o número de militares dos Estados Unidos a operar em território sírio.

Obama autorizou expandir a presença norte-americana na Síria, depois de persuadido por elementos do seu governo de que essa medida permitirá ao Pentágono ampliar os avanços nas operações contra o EI, acrescenta o jornal, citado pelas agências internacionais de notícias.

O anúncio deste reforço de presença militar na Síria deverá ser feito hoje em Hannover, na Alemanha, onde Obama se encontra em visita.