No Paquistão, 26 pessoas morreram por terem consumido doces misturados com pesticida. Das vítimas mortais, nove pertenciam à mesma família.

Para além das mortes, dezenas de pessoas foram hospitalizadas para receberem uma lavagem gástrica. O hospital de Layyah não tem meios para fazer esta lavagem, sendo que a médica Taha Salman já pediu a transferência dos doentes para dois centros médicos em Lahore e Karachi, informa a CNN.

Umer Hayat terá comprado cinco quilogramas de laddu — um doce tradicional feito com farinha e açúcar — para celebrar o nascimento do seu neto. Quem comeu os doces começou a adoecer na passada quinta-feira, informa um membro das autoridades do distrito de Layyah, Rana Gulzar.

Hayat foi hospitalizado e encontra-se em estado crítico. Na família morreram seis irmãos e uma irmã, bem como duas crianças.

Gulzar explicou que o ajudante de pasteleiro terá, acidentalmente, misturado no laddu um pesticida proibido no Paquistão. A pastelaria foi fechada e os dois proprietários foram presos.