Claude Shannon. O nome talvez não seja conhecido de toda a gente mas a Google homenageia-o este sábado. A 30 de abril de 1916, nascia o pai da “teoria da informação”. O título foi-lhe atribuído depois de Shannon ter publicado o artigo “Uma Teoria Matemática de Comunicação”, em 1948. Nele, o engenheiro norte-americano lançou os conceitos básicos para uma nova teoria de transmissão e processamento de informação. O objetivo era descobrir a melhor forma para codificar a informação que um emissor queria transmitir para um recetor.

O “Google Doodle” já celebrou as conquistas de outros matemáticos, como John Venn, George Boole e Hertha Marks Ayrton. Este sábado, quem abrir o Google vai encontrar um boneco a fazer malabarismo com zeros e uns. E a explicação está no modelo esquemático linear de comunicações que Claude Shannon apresentou, que permite partilhar sons ou imagens através de fios elétricos, sob a forma binária de zeros e uns. Antes pensava-se que a comunicação se limitava à transmissão de ondas eletromagnéticas. Charles Shannon faria 100 anos este sábado. Morreu em fevereiro de 2001.