Os 33 leões resgatados de circos no Peru e na Colômbia já foram devolvidos à África do Sul, naquele que a Animal Defenders International considerou como o “maior transporte aéreo de leões da história”.

Quase todos os leões resgatados tinham sido vítimas de maus tratos. As unhas de muitos tinham sido arrancadas, um deles tinha ficado sem um olho, outro estava quase cego e muitos deles tinham dentes esmagados e partidos, informa a organização de proteção de animais. Devido aos maus tratos sofridos, os leões não poderão ser postos em liberdade.

Os animais foram colocados num santuário para animais, o Emoya Big Cat Sanctuary. A receção destes 13 leões fez com que fossem programadas obras para expandir o terreno do santuário, que já instalou os felinos. Veja as fotografia na fotogaleria.