O autor dos disparos de uma rixa em Santos, em Lisboa, no domingo, 24 de abril, entregou-se às autoridades, avança esta terça-feira a TVI24. O homem ter-se-á deslocado voluntariamente com o seu advogado à Polícia Judiciária para ser ouvido e terá ficado com termo de identidade e residência, segundo relata o jornal Expresso. A arma, no entanto, continua desaparecida.

O disparo aconteceu na sequência de uma agressão à porta de um restaurante na Rua Dom Luís I, no Cais do Sodré, em Lisboa. As imagens do incidente foram inicialmente divulgadas pela SIC. Segundo relatou à polícia, o proprietário do restaurante ter-se-á recusado servir um grupo de cerca de 30 clientes. Os desentendimentos começaram no interior do estabelecimento comercial e acabaram no exterior, onde várias pessoas tentaram intervir para acalmar a situação.

Num vídeo da agressão, disponível no YouTube, ouve-se um tiro ao minuto 1:12. O dono do restaurante tenta afastar o grupo com uma espécie de bastão na mão, enquanto saem pessoas do estabelecimento “Palácio do Kebab”. A determinada altura, o homem tenta fechar o estabelecimento mas alguns membros do grupo forçam os estores.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=8&v=alP3BKD7gVg

Na altura, a PSP, segundo a Lusa, havia identificado seis homens por suspeitas de envolvimento na desordem, da qual resultaram vários feridos.

Fonte policial, ouvida pelo Observador, confirmou que os seis homens e algumas testemunhas já prestaram depoimentos à Polícia Judiciária. A mesma fonte relata ainda que, desde a agressão, a polícia reforçou o policiamento na zona onde se encontra o restaurante e que o proprietário do local não comunicou às autoridades que tenha recebido, até o momento, qualquer tipo de ameaças.