“A Turquia tem feito avanços impressionantes nas últimas semanas”, considerou, esta manhã, o primeiro vice-presidente da Comissão Europeia, Frans Timmermans, afirmando que falta ainda ao país cumprir cinco critérios para que a isenção dos vistos entre a Turquia e os Estados-membros da União Europeia seja efetiva.

“As autoridades turcas têm intensificado os seus esforços para cumprir as condições para o diálogo da isenção de vistos […] permitindo que todos os cidadãos da UE também tenham acesso à Turquia sem ser necessário visto”, escreve a Comissão num comunicado em que explica o processo em discussão com Ankara. Dos 72 critérios exigidos à Turquia para que os seus cidadãos possam vir sem necessidade de visto para a União Europeia para estadias curtas, faltam agora cumprir cinco, nomeadamente medidas anti-corrupção, legislação sobre proteção de dados e conclusão de cooperação operacional com a Europol.

A Comissão afirma ainda que haverá controlo para evitar a circulação de imigrantes ilegais turcos nos 28 países europeus e caso haja qualquer abuso, a instituição lembra que é possível suspender esta medida. A decisão final sobre a implementação da isenção de vistos será tomada pelo Parlamento Europeu e pelo Conselho da União Europeia.