O diplomata português, Rui Boavida, foi preso esta quarta-feira por tirar fotografias à sede da União Europeia em Bruxelas.

Segundo mostra o vídeo captado por um correspondente da Euronews, Rui Boavida –, funcionário da Representação Permanente de Portugal junto da Comissão Europeia (Reper) –, foi levado pela polícia por ter tirado fotografias da sede da Comissão Europeia. A TSF avança que a polícia avisou o diplomata que não podia fotografar o edifício devido ao alerta amarelo existente na capital.

A situação já está resolvida após Rui Boavida ter estado cerca de meia hora com a polícia até estes contactarem a Reper.