A Comissão Europeia criou um prémio de jornalismo com nome Fernando de Sousa, jornalista português especializado em assuntos europeus, de modo a distinguir os jornalistas e estudantes de Comunicação Social que escrevam em português – e em órgãos nacionais – sobre a União Europeia de modo a promover um melhor conhecimento sobre as instituições europeias em Portugal. Prémio arranca já em 2017.

Fernando de Sousa faleceu em outubro de 2014, depois de uma carreira de várias décadas dedicada aos assuntos europeus. Passou pela RDP, BBC, Diário de Notícias e SIC, sendo em Londres, na Alemanha e em Bruxelas. Era o correspondente da SIC em Bruxelas e co-apresentava o programa Os Europeus, na SIC Notícias. O prémio vai ser anunciado esta tarde na representação da Comissão Europeia em Portugal e para além da sua família, estará também presente Francisco Pinto Balsemão, detentor do grupo Impresa.

O anúncio surge na data em que se assinala o Dia da Europa e, segundo a Comissão Europeia, esta é uma homenagem ao seu trabalho. O prémio será atribuído pela primeira vez a 9 de maio de 2017 e tanto jornalistas como estudantes de Comunicação Social poderão concorrer, desde que publiquem em português num órgão nacional. “O Prémio de Jornalismo Fernando de Sousa visa honrar e perpetuar o profissionalismo do jornalista”, segundo anunciou a Comissão em comunicado enviado à imprensa.