A Sonae anunciou um acordo com a empresa detentora da marca de roupa portuguesa Salsa. De acordo com o comunicado publicado no site Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonae comprou 50% da IVN – Serviços Partilhados e espera agora pela aprovação da operação pela Autoridade da Concorrência portuguesa. É a primeira vez que a Sonae entra no ramo do vestuário.

Num comunicado enviado à comunicação social, o líder executivo da Sonae, Miguel Mota Freitas, afirma estar satisfeito “com a celebração desta parceria, que reforça a nossa estratégia de criação de um portfólio distintivo de marcas de retalho e a presença internacional das nossas atividades”. É também o que diz o diretor executivo da Salsa, Filipe Vila Nova: “Esta joint-venture permite prosseguir com o caminho de desenvolvimento da marca, abrindo novas perspetivas e oportunidades”.

Criada em 1994, a Salsa é uma marca internacional de roupa casual que está presente em 32 países e com um volume de negócios que chega aos 106 milhões de euros. Mais de metade vem dos mercados estrangeiros.