O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, disse este sábado que pediu à Inspeção Geral das Atividades em Saúde e ao Hospital do Barreiro que esclarecesse os casos de doentes oncológicos sem tratamento.

Falando aos jornalistas à margem do encerramento do 8º Encontro Nacional das Unidades de Saúde Familiar, afirmou aguardar o esclarecimento do hospital, “que tomou logo a iniciativa de diligenciar nesse sentido internamente”, garantiu, e da Inspeção Geral das Atividades em Saúde, a quem pediu uma averiguação.

A SIC noticiou que três doentes oncológicos não fizeram quimioterapia depois das cirurgias porque o Hospital do Barreiro deixou ultrapassar o chamado tempo útil. Decorrido este período, o tratamento não tem eficácia.