Os bancos concederam 534,722 milhões de euros em novos contratos de crédito ao consumo em março, mais 20,8% do que no mesmo mês do ano passado, segundo o Banco de Portugal.

Já se a comparação for feita com o mês anterior, fevereiro, o crescimento do valor concedido pelas instituições financeiras foi de 17,4%.

O valor concedido em março em crédito aos consumidores é o mais elevado desde pelo menos janeiro de 2013, período desde quando o Banco de Portugal publica dados.

De acordo com o Banco de Portugal (BdP), em março, foram emprestados 236,460 milhões de euros em crédito pessoal para finalidades como educação e saúde, mas sobretudo para produtos para o lar ou ‘sem finalidade específica’, isto é, mais 14% do que há um ano.

Já os montantes dos novos contratos de crédito automóvel ascenderam a 198,738 milhões de euros, mais 34,9% do que em março de 2015.

Por fim, os montantes dos novos contratos para cartões de crédito ou linhas de crédito, contas correntes bancárias e facilidades de descoberto subiram 13,1% para 99,524 milhões de euros.