Um diamante azul do magnata de exploração mineira Philip Oppenheimer foi vendido esta quarta-feira por 50,6 milhões de dólares (45 milhões de euros) num leilão em Genebra, anunciou a Christie’s.

O diamante de 14.62 quilates, de nome “Oppenheimer Blue”, é a maior pedra na rara categoria ‘Fancy Vivid Blue’ (de diamantes polidos), informou a leiloeira Christie’s.

O comprador anónimo vai pagar um total de 57,54 milhões de dólares (51 milhões de euros) com todas as taxas e comissões incluídas, disse o porta-voz da casa de leilões.

O “Oppenheimer Blue” tornou-se o diamante polido mais caro já vendido em leilão, batendo o recorde de 48 milhões de dólares definido pela Sotheby’s, em novembro, com o diamante de 12,03 quilates “Blue Moon of Josephine”, comprado pelo bilionário de Hong Kong Joseph Lau.