Enrique Peña Nieto, Presidente do México, apelou à legalização do casamento homossexual a nível nacional, conta o The Guardian. A iniciativa veio depois de se ter reunido com representantes da comunidade LGBT a propósito do Dia Nacional Contra a Homofobia.

Dos 31 estados do México, apenas três já legalizaram o casamento homossexual. Enrique Peña Nieto quer que a igualdade no direito ao casamento seja consagrada na constituição e nos códigos civis federais do país.

Ao longo do dia, o Presidente foi partilhando mensagens no Twitter em que demonstrava o seu empenho na luta contra a homofobia e até mudou a pôs na fotografia da rede social a bandeira da comunidade LGBT.

Dos 31 estados do México, apenas três já legalizaram o casamento homossexual. Enrique Peña Nieto quer que a igualdade no direito ao casamento seja consagrada na Constituição e nos códigos civis federais do país.

A Cidade do México foi a primeira da América Latina a reconhecer aos homossexuais o direito ao casamento, em 2010. Para além da capital do país, só os estados Campache, Coahuila e Nayarit permitem o casamento entre casais homossexuais, embora outros estados reconheçam a união de facto.

Apesar do Supremo Tribunal do México já ter decretado em 2015 que definir o casamento como um direito exclusivo entre um homem e uma mulher é discriminatório, alguns estados ainda proíbem o casamento homossexual.