100% português

The Love Food: a comida vegetal e biológica feita com (muito) amor

184

No Restelo, em Lisboa, há uma pequena fábrica onde Maria de Oliveira Dias produz à mão doces e salgados vegetais com uma pitada de amor e ingredientes nacionais. Há opções sem glúten, leite e açúcar.

Autor
  • Sílvia Silva

200 gramas de ingredientes biológicos, uma colher de sopa vegetal, uma raspa de produtos locais e uma pitada de amor. Esta é a receita de sucesso do The Love Food, a empresa vegana de Maria de Oliveira Dias dedicada à comida 100% vegetal sem corantes, conservantes ou outros componentes com nomes impronunciáveis. Tudo começou há seis anos como um blogue de receitas saudáveis mas acabou com Maria a receber encomendas de doces e salgados. “Quando dei por mim a cozinha já era demasiado pequena para todos os pedidos que recebia”, diz em entrevista ao Observador. “Seguiram-se alguns workshops e eventos de catering.”

The Love Food FINAIS-257

Maria de Oliveira Dias tem 34 anos e é vegetariana desde os 12. Tornou-se vegan aos 24 e “health coach” certificada pelo Integrative Nutrition New York. (foto: Luísa Starling)

Pelo meio, reconheciam-lhe a cara que protagonizou várias personagens em novelas portuguesas. “Tornei-me atriz para fazer a diferença na vida dos outros e percebi rapidamente que isso não era possível porque não são os atores que escolhem os seus papéis”, conta. Deu uma volta de 180º à sua vida, tirou cursos no Instituto Macrobiótico de Portugal, estagiou num restaurante vegetariano em São Paulo e criou um plano que demorou quatro anos a concretizar. O objetivo? “Fazer a diferença na vida das pessoas com uma alimentação local, biológica e saudável.”

Num país onde uma em três crianças sofre de obesidade infantil sinto a necessidade de destruir o mito de que a comida saudável é desenxabida e pretendo contribuir para alterar estes números catastróficos”, explica Maria ao Observador. “Quero chegar a mais pessoas, democratizar a comida vegetariana e provar que é possível comer saudável de uma forma acessível.”

E assim foi. Em 2014, o The Love Food tornou-se uma marca de comida com fábrica no Restelo, em Lisboa, onde são produzidos diariamente pastelaria e salgados à venda online e em lojas conceituadas do mercado. Há opções sem glúten, organismos geneticamente modificados, ovos, leite, açúcar e até fermento sem comprometer o sabor dos alimentos. Falamos de granola de amêndoa e avelãs sem açúcar (4,50€), donuts e bolachas sem glúten (de 1,80€ a 3,10€) e bolinhas salgadas de quinoa feitas com farinha integral (2,20€), aptas para vegans e vegetarianos.

aIMG_6262

O bolo de chocolate com recheio de framboesas e chantilly (com ou sem açúcar) custa 25€ e é um dos bestsellers da marca. (foto: Bárbara Tomaz)

Hoje a fábrica já é pequena para o número de encomendas. Atualmente, Maria conta com a ajuda de dois chefes de cozinha e está à procura de um novo espaço. “Brevemente vamos lançar uma linha para bebés (com bolachas sem açúcar e sem glúten) e uma linha crua com cheesecakes, bolos e fudges feitos com ingredientes crus para responder à tendência crescente da comida viva”, antecipa. “Antes do verão também vamos fazer refeições muito ricas nutricionalmente para entregar em casa e no trabalho e queremos invadir o país com mais pontos de venda.”

Nome: The Love Food
Data: 2014
Pontos de venda: Espalhados pelo país, lista completa aqui
Preços: De 1,50€ (barras biológicas) a 25€ (bolos)

100% português é uma rubrica dedicada a marcas nacionais que achamos que tem de conhecer.

Editado por Ana Dias Ferreira.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)