Nick Menza, antigo baterista da banda Megadeth, morreu este domingo durante um concerto na Califórnia, nos Estados Unidos da América. Meza, de 51 anos, estava em palco com a banda de rock e jazz OHM, fundada pelo ex- Megadeth Chris Poland, no Baked Potato, um pequeno clube de jazz em Los Angeles.

A notícia foi confirmada pelo manager de Menza. “O Nick colapsou durante a terceira música do set da sua banda OHM. O relatório refere que ele sofrer um grande ataque cardíaco e foi declarado morto ao chegar ao hospital“, refere um comunicado emitido este domingo, citado pelo Guardian.

Nas redes sociais, as reações multiplicam-se. No Twitter, Dave Mustaine, fundador dos Megadeth, escreveu que acordou às quatro da manhã com a notícia. “Digam-me que não é verdade”, pediu. No Facebook, Marty Freeman, antigo guitarrista da banda de thrash metal, disse: “Todos sabemos o grande e único baterista que Nick Meza foi, mas ele também era um amigo de confiança, um colega de banda hilariante e um pai carinhoso. Estou para lá de triste, não estava à espera que isto acontecesse”.

Nick Meza foi um dos muitos baterista da banda Megadeth, fundada em 1983 pelo guitarrista Dave Mustaine depois de este ter abandonado os Metallica. Meza entrou para a banda de thrash metal em 1989 para substituir Chuck Behler, despedido por Mustaine.

Filho de um músico de jazz, Meza tocou com os Megadeth durante grande parte dos anos 90, altura em que a banda lançou alguns dos seus álbuns de maior sucesso. O baterista abandonou a banda de Dave Mustaine em 1998, depois de ter sido operado a um joelho durante a digressão do álbum Cryptic Writings, de 1997.

Nos últimos anos, tem tocado regularmente com os OHM, fundados pr Poland em 2002, no Baked Potato.