O selecionador português de futebol de sub-17, Hélio Sousa, disse que a equipa das ‘quinas’ foi quase perfeita na conquista do campeonato da Europa, no Azerbaijão, reiterando a vontade de melhorar no futuro.

“Foram incríveis, foram fantásticos. Alguns jogos foram quase perfeitos e não concedemos uma oportunidade ao nosso adversário. Isso demonstra a nossa qualidade e maturidade e, na final, conseguimos superar-nos. Esperamos ser mais fortes no futuro”, começou por dizer o técnico, à chegada da equipa ao aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Hélio Sousa frisou que a receita para vencer o Europeu foi pensada passo a passo, lembrando que já procurava erguer o troféu há algum tempo.

“Há alguns anos que temos estado à procura de conseguir um êxito destes e conseguimos agora. Acreditei sempre que era possível vencer todos os jogos que íamos disputar. Fizemos jogo a jogo e concretizou-se com a vitória na final”, explicou.

O treinador português, de 46 anos, enalteceu as “condições oferecidas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF)”, sublinhando que esta “geração conseguiu afirmar-se e mostrar a qualidade do jogador e do futebol português”.

Já o capitão de equipa Diogo Queirós destacou a oportunidade única de representar Portugal num Europeu, mostrando-se também contente pelo feito conseguido.

“É uma experiência que só se vive uma vez na vida e nós trabalhámos o máximo possível. Estamos muito felizes com esta conquista, acreditámos sempre e tivemos fé”, confessou.

O jogador do FC Porto disse ainda que “a união foi a chave para o sucesso”, apelidando a equipa das ‘quinas’ como uma “família”, o que “facilita” o jogo no campo.

A finalizar, o defesa português admitiu que chegar à seleção A é um sonho e que cada jogador dá sempre o máximo para conseguir os objetivos.

“Não posso prever o futuro, mas sei que cada jogador que está nesta seleção vai dar o máximo para atingir os seus objetivos. A seleção A é o objetivo e o sonho de todos os jogadores. Acredito que todos os meus colegas têm qualidade para chegar lá”, concluiu.