Membros de um grupo de crime organizado, com ramificações a nível mundial, são suspeitos de terem roubado 1,4 mil milhões de ienes (11,3 milhões de euros) de caixas de multibanco, no Japão, em apenas três horas.

A polícia japonesa suspeita que cerca de 100 pessoas terão forjado cartões de crédito com informação retirada ilegalmente de um banco na África do Sul. Esses cartões de crédito terão sido utilizados em 1.400 caixas de multibanco a 15 de maio, informa o The Guardian. Em média, cada um dos levantamentos foi no valor de 100.00 ienes (812 euros) – o valor máximo que pode ser levantado nas caixas multibanco japonesas.

Os ladrões terão realizado a operação em terminais de Tóquio e arredores. Segundo um jornal japonês, a operação decorreu entre as cinco e as oito da manhã, beneficiando de ser um domingo, dia em que os bancos estão fechados.

Segundo o The Guardian, os ladrões poderão já nem estar no Japão. A polícia japonesa pediu ajuda à Interpol para estabelecer contacto com a África do Sul para tentar perceber os passos dos criminosos.