O limite dos 140 carateres continua (oficialmente), mas a maneira de contá-los em breve será diferente. O Twitter anunciou esta terça-feira quatro novas regras que vão permitir flexibilizar a maneira como os utilizadores publicam tweets dentro do limite estabelecido pela plataforma.

Na prática, isto significa fazer publicações mais longas sem deixar de utilizar conteúdo multimédia ou preocupar-se em citar o nome de outros utilizadores numa publicação.

As quatro novas regras são:

  1. Respostas: ao responder a um tweet, o nome do utilizador de destino da mensagem vai deixar de contar para o limite de 140 carateres. Anteriormente, o @nome_utilizador aparecia automaticamente no início da resposta e diminuía o tamanho total da mensagem. Esta regra é especialmente útil para conversas em grupo.
  2. Conteúdos multimédia: imagens, gifs, vídeos, sondagens e quote tweets (citações) não vão mais entrar na contagem de um tweet. Atualmente, incluir uma imagem numa publicação “vale” 24 caracteres, por exemplo.
  3. Retweets e quote tweets do próprio utilizador: será possível voltar a publicar um tweet feito pelo próprio utilizador, caso queira recuperar uma publicação já feita anteriormente. A regra também vale para as quote tweets, recurso que permite incluir um tweet inteiro numa publicação sem ter de copiar e colar a mensagem (e gastar carateres). A partir de agora, o utilizador pode republicar as suas próprias publicações para atualizar ou acrescentar informações a um tweet antigo.
  4. Fim do .@: tweets que comecem com o caracter .@ vão passar a atingir as timelines de todos os seguidores do utilizador, e não apenas as pessoas diretamente envolvidas na conversa.

Twitter_May24

Algumas destas novas regras já haviam sido avançadas pela agência Bloomberg na última semana, mas não estavam confirmadas oficialmente.

Segundo Jack Dorsey, co-fundador do Twitter, as mudanças vão tornar a plataforma mais simples para os seus utilizadores.

Uma das maiores prioridades deste ano é refinar o nosso produto e torná-lo mais simples. Estamos focados em tornar o Twitter muito mais fácil e rápido. É nisto que o Twitter é bom – o que está a acontecer agora, conversação ao vivo e a simplicidade com que começámos este serviço”, disse, em entrevista ao jornal The Guardian.

Dorsey acredita que as novas regras vão reforçar os valores do Twitter: “Estamos sempre a procurar oportunidades para fazer os tweets mais expressivos e permitir que as pessoas digam o que querem dizer. Desde que sejam coisas rápidas, fáceis, simples e expressivas, vamos rever o que podemos fazer para dar uma melhor experiência ao utilizador do Twitter”, explicou.

De acordo com uma publicação no blogue do Twitter, as mudanças vão ser implementadas “nos próximos meses” para que outras empresas que utilizam os serviços da plataforma tenham tempo para adaptar-se. “As atualizações têm um impacto significativo nos tweets, por isso queremos dar tempo aos nossos parceiros para que façam as mudanças necessárias nas centenas de milhares de produtos construídos ao redor do Twitter”, lê-se no comunicado de imprensa.