É uma parceria à partida invulgar mas, na verdade, é mais um exemplo do encontro entre o universo da moda e a tecnologia. Falamos do Projecto Jacquard, com o cunho das gigantes Google e Levi’s, que promete revolucionar a indústria do pronto-a-vestir. As duas empresas uniram esforços (e criatividade) para criar um casaco inteligente, capaz de se sintonizar com as diversas funcionalidades de um smartphone.

A ideia permite ao utilizador atender chamadas, ouvir música — e controlar as respetivas playlists —, ter acesso a mapas e a informações sobre locais próximos através de uma espécie de botão/sensor colocado num dos punhos do casaco que reage aos movimentos captados. A título de exemplo, passar a mão em direção ao braço permite atender uma chamada e o contrário permite rejeitá-la.

O sensor adicionado à peça de roupa que faz parte da linha Commuter, dedicada sobretudo a ciclistas, pode ser retirado sempre que o casaco precise de ser lavado e é carregado via USB. A tecnologia que se veste deve-se a um novo tipo de fio condutor e a vários circuitos minúsculos adicionados ao tecido e pode ser útil em várias situações, mas foi especialmente pensada para quem se desloca de bicicleta em cenários urbanos.

A colaboração será lançada na primavera de 2017, embora não haja detalhes sobre quanto poderá custar ao comum mortal, tal como escreve a GQ. Ainda assim, é esperada uma versão beta ainda este ano, lá para os meses de outono.

Da tecnologia à reciclagem de ponta

Ao que parece, a Levi’s não está apenas preocupada em apostar na inovação tecnológica, como também quer contribuir para a preservação do meio ambiente. Isto porque a marca acaba de criar o primeiro par de calças de ganga 100% reciclado, parte da linha Waste>Less.

O par de jeans resulta do trabalho conjunto entre uma startup sediada em Seattle, de nome Evrnu, e a própria Levi’s. A tecnologia em questão, escreve o Fastcoexist, não só dissolve como separa os vários materiais que compõem as peças de roupa, dando-lhes uma segunda (e reforçada) vida.

Cada par de calças leva, então, o algodão de cinco camisolas reaproveitadas, o que faz com que os jeans utilizem 98% menos de água no processo de confeção.