Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Hodor é sem sombra de dúvidas uma das personagens mais enigmáticas da Guerra das Tronos. Com um tamanho fora do normal, cresceu em Winterfell como um simples rapaz dos estábulos. A sua bisavó era a Velha Ama (tão velha que ninguém sabia ao certo quantos anos tinha), que cuidou de Bran Stark e dos seus irmãos Robb, Sansa, Arya, Jon e Rickon.

Hodor era um rapaz normal até que, por algum motivo, deixou de ser capaz de falar. Apesar do seu verdadeiro nome ser Wyllis (nos livros chama-se Walder), o rapaz dos estábulos passou a ser conhecido pela única palavra que parecia ser capaz de pronunciar — “Hodor”. Em Winterfell, não houve ninguém capaz de explicar o porquê do jovem Wyllis ter perdido a fala.

O mistério era tal que, durante muitos anos, a história de Hodor deu origem a inúmeras teorias da conspiração (não esquecer que George R.R. começou a escrever As Crónicas de Gelo e Fogo, que deram origem à série, no início dos anos 90). Até que foi finalmente desvendada no último episódio da série da HBO onde se explica que “Hodor” vem de “Hold the door”.

No último “Inside the Episode”, dedicado ao episódio cinco da nova temporada da Guerra dos Tronos, os produtores D.B. Weiss e David Benioff explicaram que a história de Hodor foi criada há muito, muito tempo por George Martin que, apesar de não estar diretamente envolvido na criação da série da HBO, tem sido uma das fontes para o guião.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O segredo foi-lhes desvendado pelo próprio Martin durante uma reunião onde Weiss e Benioff tentaram “recolher o máximo de informação possível” do criador da Guerra dos Tronos. “A revelação mais chocante foi quando ele nos contou a origem de Hodor e como é que o nome surgiu”, contou Benioff. “Lembro-me de mim e do Dan a olharmos um para o outro quando ele contou isso.”

“Foi uma das coisas mais tristes e comoventes. Sentados num quarto de hotel com alguém a dizer-nos o que ia acontecer de um modo abstrato e que ‘hold the door’ era a origem do nome Hodor — pensámos que era uma ideia mesmo, mesmo triste“, disse o produtor.

Mas, ao que parece, a verdadeira história foi desvendada há exatamente três anos por um blogger chamado Michael A. Ventrella que, em 2013, participou numa convenção onde também estava George Martin. Hospedados no mesmo hotel, os dois autores estavam constantemente a encontrar-se no elevador. Durante uma de muitas conversas que tiveram, Martin disse a Ventrella na brincadeira que já tinha pensado em ser operador de elevadores, “se a escrita não funcionasse”. A frase não saiu da cabeça do blogger e, quando se voltaram a encontrar, disse a Martin que tinha descoberto porque é que uma das personagens da Guerra dos Tronos se chamava Hodor.

— Finalmente descobri porque é que tens uma personagem chamada “Hodor” — disse Ventrella a Martin.

— Oh?

— Estava a pensar no teu comentário sobre quereres quer operador de elevadores. É claro para mim que “Hodor” é uma abreviatura de “Hold the door” [“segura a porta”].

Martin riu-se e, em resposta ao comentário, limitou-se apenas a dizer: “Não sabes quão perto estás da verdade!”