536kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 32.99/mês aqui.

Protestos anti-Trump acabam em violência no Novo México

Este artigo tem mais de 5 anos

Depois da vitória em Washington, Trump foi recebido com violência no Novo México pelos opositores à sua candidatura a Presidente. Vários polícias ficaram feridos.

Ao início do dia, em Washington, os protestos contra Trump foram pacíficos.
i

Ao início do dia, em Washington, os protestos contra Trump foram pacíficos.

Mark Wilson/Getty Images

Ao início do dia, em Washington, os protestos contra Trump foram pacíficos.

Mark Wilson/Getty Images

Na terça-feira, Donald Trump ganhou as primárias no estado de Washington. Mas, ao final do dia, já não era da vitória do quase certo candidato à Presidência dos Estados Unidos que se falava, mas sim da violência dos protestos anti-Trump em Albuquerque, Novo México.

Os protestos começaram por ser pacíficos, à porta do Centro de Convenções de Albuquerque, onde Trump participava num comício. Mas depressa fugiram ao controlo, com a polícia a ter de intervir. Os manifestantes atiraram pedras, incendiaram t-shirts e arremessaram garrafas contra os cavalos da polícia.

Chegaram a circular rumores de um disparo contra as janelas do centro de convenções, bem como da dispersão de gás lacrimogéneo, mas as autoridades negaram a informação e foram mantendo a população informada através da sua conta de Twitter.

Já pela noite dentro, a polícia de Albuquerque confirmou que vários agentes estavam a ser tratados a ferimentos. Aliás, os manifestantes acabaram por só dispersar quando a polícia disparou gás pimenta, segundo o Washington Post.

Kayla Epstein, jornalista do Washington Post, deu conta da agitação na noite de terça-feira, com um vídeo que mostra manifestantes a saltar por cima de um carro da polícia:

No Novo México, a oposição à presumível candidatura de Donald Trump é particularmente forte, devido à retórica anti-imigração do milionário. Este é o estado onde a percentagem de hispânicos no total da população é mais elevada.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.