É a nova política de privacidade de Mark Zuckerberg. O homem por detrás do Facebook, que reside em Palo Alto (Califórnia, EUA) numa casa avaliada em sete milhões de dólares, comprou quatro casas em redor da sua. E fê-lo por dois motivos: primeiro, para impedir espreitadelas por parte de olhares mais curiosos; e segundo… bem, porque pode.

Os investimentos terão sido feitos em 2012 e 2013, totalizando 30 milhões de dólares (cerca de 26 milhões de euros) de acordo com a NBC News. No entanto, só agora se ficou a saber o destino das tais habitações: Zuckerberg pretende demoli-las e construir edifícios mais pequenos que ocuparão 20% menos espaço, alegadamente numa tentativa de resguardar a sua vida privada.

O plano terá dado entrada esta terça-feira no departamento de planeamento daquela cidade. Sabe-se que uma das novas casas que Zuckerberg pretende construir terá paredes brancas de tijolo, portas e janelas negras feitas em aço e um telhado cinzento-escuro em metal — e existem já várias teorias: “estará ele a construir um bunker secreto?”, questiona a NBC News. Segundo com a CNN Money, as obras nos quatro terrenos serão realizadas em simultâneo. O objetivo é minimizar o impacto das construções.