Pedro Machado e Cátia Viana foram os vencedores de um concurso de matemática preparado pela Universidade de Trás-os-Montes. O mais impressionante desta história nem sequer é o facto de os dois finalistas do ensino secundário terem batido os participantes de três escolas diferentes. É o facto de estes dois gondomarenses estudarem naquela que foi considerada a pior escola de Portugal: a Escola Secundária de Valbom, no distrito do Porto.

Os dois estudantes do curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologia conquistaram 132 pontos no total de 200 possíveis na prova MATUT, organizada pela universidade sediada em Vila Real. Cada um venceu uma bolsa de estudos de 1.019 euros que, garantem os dois à Lusa, “vão fazer muito jeito”. Mas chegar até aqui não foi pera doce. Pedro, Cátia e os outros sete colegas que participaram no concurso pagaram do próprio bolso a viagem de autocarro, que custou 14 euros. Levantaram-se às seis da manhã de sábado e, três horas depois, estavam em Vila Real para se tornarem nos melhores alunos de matemática vindos da pior escola do país.

Pedro Machado vai seguir Economia no ensino superior e diz que a visita à universidade de Vila Real o deixou “entusiasmado”. Cátia Viana vai candidatar-se ao curso de Psicologia no final deste verão, também na Universidade de Trás-os-Montes. Ambos mostraram-se surpreendidos por terem vencido: afinal estavam a competir a pares com “turmas inteiras”.