O Presidente da República recebeu na segunda-feira, em Belém, artistas do Museu de Cera de Madrid. A instituição partilhou algumas fotos da sessão em que foram tiradas as medidas a Marcelo Rebelo de Sousa, que em breve terá uma imagem de cera na capital espanhola.

Marcelo posou nos jardins de Belém, em Lisboa, deixou-se fotografar, tirarem-lhe medidas e até forneceu o fato que quer que seja usado na exposição. Marcelo Rebelo de Sousa será colocado no lugar do seu antecessor, Cavaco Silva, e ao lado de figuras como a chanceler alemã, Angela Merkel, ou o presidente russo Vladimir Putin.

[jwplatform TEZC2aob]

Segundo a agência de notícias espanhola Efe, que assistiu à sessão, o próprio Marcelo Rebelo de Sousa escolheu ficar de pé, com as mãos um pouco levantadas, “como se estivesse a gesticular”. É uma posição “quase de papa”, gracejou Marcelo, enquanto decorria a sessão fotográfica, segundo o repórter espanhol.

Com paciência e sem deixar de mexer as “mãos de pianista”, como disse, o Presidente da República posou nos jardins do Palácio de Belém, enquanto respondia às perguntas dos artistas do Museu de Cera de Madrid, que pretendem imortalizar, da forma mais fidedigna possível, o chefe de Estado português.

“Qual é a sua altura?”, perguntaram os elementos do museu, ao que Rebelo de Sousa respondeu que “agora é 1 metro e 78 centímetros”, mas que “já está a baixar”. Quando lhe perguntaram sobre a cor dos olhos, o Presidente da República disse que que são de um azul esverdeado: “uma espécie de coral”.