A frota de pesca nacional capturou 140,8 mil toneladas de peixe em 2015. Dessa captura, foram transacionadas em lota 13.729 toneladas de sardinha. O valor é o mais baixo de que há registo, segundo os dados avançados esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O relatório informa que o preço médio das transações por lota de sardinha (2,19€/kg) é o mais elevado dos últimos vinte anos. Em 1995, o preço da primeira venda da sardinha era de 0,31€/kg. O preço médio da sardinha quase triplicou relativamente ao preço médio dos anos de 1995-2011.

O relatório do INE refere, ainda, que as importações de sardinha fresca e congelada “aumentaram a um ritmo médio anual de 11,6% em quantidade e 15,9% em valor”, entre os anos de 2010 e 2015. As importações de sardinha atingiram os 35,5 milhões de euros em 2015, o dobro das capturas.

Segundo as Estatísticas da Pesca divulgadas esta terça-feira pelos INE, as restrições à pesca de sardinha reforçaram a importância de espécies pouco valorizadas, como a cavala, que foi o peixe mais pescado no ano passado em Portugal, com 46,4 mil toneladas, um terço do total.