O Japão acolheu a reunião dos dirigentes do G7, nos dias 26 e 27 de Maio, numa cimeira que se centrou na economia mundial, na política externa e na crise da migração e dos refugiados. E também na condução autónoma. O evento, que decorreu em Ise-shima, constituiu uma oportunidade para a Nissan dar a conhecer o que anda a fazer em matéria de condução autónoma.

Às ordens dos participantes no encontro dos sete países mais ricos do mundo esteve uma caravana de sete veículos sem condutor, protótipos que tinham por base o automóvel 100% eléctrico Nissan Leaf, informou a marca nipónica em comunicado.

Todos os protótipos incluíam características especiais, das quais faziam parte um radar de onda milimétrica, scanners laser, câmaras de vídeo e uma interface homem-máquina desenvolvida especificamente para a condução autónoma.

Entre os líderes mundiais que tiveram oportunidade de testar esta nova tecnologia esteve o Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.