Ao abrigo do seu programa de personalização de veículos, denominado One-Off, a Ferrari apresentou um 458 MM Speciale único. A unidade foi revelada no circuito de Fiorano, por ocasião das provas finais de afinação, levadas a cabo por Dario Benuzzi, responsável máximo pelos pilotos de testes da marca do cavallino rampante.

Não se sabe, naturalmente, o nome do cliente. Apenas que é britânico e que terá apresentado à casa de Maranello exigências muito concretas, aspirando a linhas ainda mais agressivas desportivas, e a um efeito específico para as superfícies vidradas, garantido pelos pilares dianteiros pintados de preto, ao estilo do Ferrari GTO de 1984.

3 fotos

Apesar de ter por base o chassi e a mecânica do 458 Speciale – um motor central traseiro 4.5 V8 de 605 cv, com caixa automática de dupla embraiagem e sete velocidades – o 458 MM Speciale dispõe de uma carroçaria exclusiva, construída em alumínio e dotada de pára-choques compósitos em fibra de carbono. O tejadilho é mais baixo que no modelo que lhe dá origem e os pilares traseiros mais afilados. A aerodinâmica foi profundamente revista, como o provam as novas entradas de ar laterais, o novo deflector traseiro, ou a colocação mais inclinada e próxima entre si dos radiadores dianteiros. Também únicas são as jantes e os grupos ópticos dianteiros e traseiros modificados.

No habitáculo marcam presença um sistema de som mais evoluído e a decoração definida para fazer jus às pretensões do seu proprietário – revestimentos em pele Cioccolato com pespontos brancos e aros brancos em torno dos comandos no túnel central. A decoração exterior assenta numa combinação entre o branco da carroçaria e listas centrais longitudinais tricolores, evocativas da bandeira italiana.