Foram realizadas esta quinta-feira as duas primeiras cirurgias robóticas pulmonares em Portugal, no Hospital da Luz, em Lisboa. As operações de remoção de dois tumores do pulmão foram realizadas com apoio do sistema de cirurgia robótica Da Vinci.

As operações foram realizadas por Fernando Martelo, cirurgião e diretor do serviço de cirurgia torácica do hospital, assistido por Christophe Doddoli, cirurgião francês do serviço de cirurgia torácica do Centro Hospitalar Universitário de Marselha que falaram ao Observador sobre os procedimentos.

Chamamos a atenção para o facto de, por que se trata de uma cirurgia, algumas das imagens que se seguem podem ser consideradas incómodas.

[jwplatform hOkFht1B]

Na primeira cirurgia, foi operado um homem de 60 anos, não fumador, a quem foi detetado um tumor suspeito no pulmão. Em termos clínicos, considera-se um achado, já que o pequeno tumor do pulmão benigno foi detetado no decorrer de exames realizados por causa de problemas no coração.

A segunda cirurgia robótica pulmonar foi realizada a um homem de 68 anos, fumador, com cancro no pulmão em estádio precoce. Na operação foi removido um tumor com cerca de dois centímetros de diâmetro. Ambos os pacientes se encontram em recuperação.

O Hospital da Luz Lisboa foi o primeiro a instalar a o sistema cirúrgico robótico Da Vinci em Portugal, em junho de 2010. Deste então foram realizadas cerca de 700 cirurgias robóticas, 75% das quais na área oncológica, em especial operações a cancros da próstata, rim, bexiga, reto, cólon e fígado. Este hospital é o único a nível nacional com equipas cirúrgicas residentes com larga experiência neste tipo de cirurgias nas especialidades de urologia e cirurgia geral.