Áustria e a Hungria, adversárias da seleção portuguesa no Grupo F do Euro2016 em futebol, somaram duas derrotas nos seus últimos jogos de preparação para a fase final da prova, frente à Holanda e à Alemanha.

A seleção austríaca, que venceu a seleção de Malta na terça-feira, por 2-1, não conseguiu evitar a derrota por 2-0, mesmo a jogar em casa, perante um adversário mais forte como é o caso da Holanda, que foi a grande surpresa da fase de apuramento, ao não conseguir um lugar entre os 24 finalistas.

Já a Hungria perdeu, sem surpresa, por 2-0 perante uma Alemanha que, parecendo distante da forma que a levou à conquista do título mundial em 2014, como o demonstra a derrota de domingo passado em casa com a Eslováquia, por 3-1, foi forte de mais para a seleção magiar.

A seleção anfitriã do Euro2016, a França, não sentiu dificuldades para superar por 3-0 a seleção da Escócia, confirmando o seu estatuto de candidata ao título europeu.

Menos dificuldades ainda, enfrentou a Croácia, na receção à frágil seleção de San Marino, à qual aplicou um 10-0 que já não se usa nos tempos que correm e que levanta a questão sobre a utilidade de um jogo de preparação perante tal adversário.

A Croácia integra o Grupo D, juntamente com a Espanha, a República Checa e a Turquia, adversária contra o qual fará a sua estreia no dia 12 de junho, em Paris.

Finalmente, duas seleções finalistas, a Eslováquia e a Irlanda do Norte, empataram sem golos, com os eslovacos a não tirarem partido do fator casa e da motivação extra decorrente da surpreendente vitória por 3-1 sobre os atuais campeões do mundo, a Alemanha, na passada terça-feira.

A Eslováquia integra o Grupo B, juntamente com Inglaterra, Rússia e País de Gales, estreando-se a 11 de junho frente à formação britânica.

A seleção irlandesa está inserida no grupo C, com Alemanha, Ucrânia e Polónia e estreia-se frente a este último adversário, a 12 de junho, em Nice.