O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou hoje o Governo de estar a ser “comandado” pelo Bloco de Esquerda e de prosseguir numa deriva de radicalização.

“Há uma coisa que impressiona – não é o Partido Socialista, que escolheu um candidato a primeiro-ministro derrotado, estar à frente de um Governo; é que um partido, que é o Bloco de Esquerda, que tem 10% de resultado, esteja a comandar o Governo em Portugal”, disse.

No discurso de encerramento do 7.º Congresso dos Autarcas Social-Democratas, que decorreu hoje em Coimbra, Passos Coelho referiu que, “se a moda pega noutros países europeus”, haverá um regime muito diferente: “Não é aquele em que eu quero viver e democrático é que ele não é”.