Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um autocarro que transportava 75 turistas checos foi alvejado duas vezes na noite de sábado numa autoestrada no departamento de Drôme, no sudoeste do país, avança o jornal Le Dauphiné Libéré. O ataque resultou em seis passageiros feridos, devido aos estilhaços de vidro resultantes das balas, entre os quais se encontra uma criança.

“O primeiro tiro quebrou o para-brisas dianteiro, em seguida, um segundo quebrou a janela traseira do veículo, alguns segundos mais tarde”, afirmou à publicação o procurador Alex Perrin. O magistrado explicou ainda que não se sabe o motivo do ataque. “Não há nenhuma evidência sugerindo que este autocarro não foi mais alvo do que qualquer outro”, observou. Perrin afirmou ainda que não se conhece a autoria do ataque e que, até ao momento, não foram realizadas nenhuma detenção.

As autoridades, citadas pela TV5 Monde, relatam que o ataque aconteceu por volta das 22h30, próximo à cidade de Saulce, quando o autocarro voltava da Espanha e se dirigia à República Checa. Após os tiros, o motorista parou o carro e os passageiros receberam os primeiros socorros em Saulce. Resultados das investigações preliminares, referidas pela TV5 Monde, indicam que o atirador terá utilizado armas de caça no ataque, baseado no projétil encontrado dentro do veículo. A sua posição, no momento do disparo, ainda não foi determinada pelos investigadores.

Todos os passageiros do autocarro já regressaram à República Checa e uma operação policial está a investigar a origem e o motivo do ataque.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR