Todos os dias são publicados mais de 350 milhões de fotos na maior rede social da Terra. São mais de 240 mil por minuto no Facebook em todo o mundo. O Instagram, que no início era uma rede especialmente dedicada à partilha de imagens, regista a entrada de cerca de 60 milhões de fotos a cada 24 horas.

Isto diz bem da forma como estamos a usar os smartphones para captar a imagem de tudo o que se passa à nossa volta. E é também a explicação para que o aspeto mais importante na escolha de um telemóvel seja cada vez mais a qualidade da câmara fotográfica. Afinal, se vamos usá-lo sobretudo para tirar fotos, mais do que para falar, então é capaz de fazer sentido o conceito de cameraphone.

https://www.youtube.com/watch?v=KGAqvpYLiGw

Para responder aos utilizadores mais exigentes e preocupados com a performance fotográfica, a Huawei (diz-se uáuêi) quer revolucionar a fotografia móvel com o novo P9, o primeiro smartphone do mundo equipado com duas câmaras Leica que permite, literalmente, ter na mão o potencial de precisão e qualidade superlativa da marca alemã.

A engenharia de precisão da Leica e o design de excelência da Huawei combinam-se neste smartphone de elevado desempenho, construído com os melhores materiais para uma experiência de luxo. Do projeto conjunto das duas marcas globais, nasceu o novo topo de gama que combina inovações mundiais com um acabamento premium, para oferecer uma experiência inédita em termos de fotografia com um telemóvel.

Uma câmara policromática encarrega-se de capturar qualquer realidade colorida na envolvente do utilizador. A câmara monocromática eleva o patamar artístico proporcionando imagens de fino recorte a preto e branco. Ambos os grupos óticos são de 12MP, enquanto a câmara frontal, cada vez mais conhecida como a das selfies, é de 8MP.

As duas câmaras traseiras trabalham em simultâneo para conjugar o detalhe superior da lente monocromática com a maior profundidade de campo da objetiva a cores produzindo, graças a esta combinação, resultados excecionais em condições de fraca luminosidade. Numa estreia absoluta em smartphones, no Huawei P9 é possível alterar o ponto de focagem já depois de ter tirado a fotografia.

Silver_sandblasted_leftBack_HD

Pode analisar a imagem que captou no ecrã e escolher outro objeto na imagem, bastando deslocar o ponto de foco com o dedo que depois os algoritmos de processamento de imagem fazem o resto.

Com a tecnologia de focagem híbrida “Hybrid Focus”, uma novidade da Huawei, é possível capturar imagens com precisão, rapidez e estabilidade acima da média. A focagem das câmaras Leica instaladas no P9 utiliza três processos – laser, nível de contraste e cálculo de profundidade – selecionando a metodologia ideal para cada ambiente de modo automático.

A presença do know-how germânico é também patente na capacidade de fotografar detalhes, como numa lente macro, recorrendo a grandes aberturas que permitem criar efeitos de profundidade de campo, mantendo a focagem no objeto principal.

É notável a forma como é conseguida a integração das características típicas da marca neste smartphone capaz de fazer fotografias dignas da herança Leica, líder em imagem fotográfica há mais de um século. Com as opções de registo fotográfico Standard, Vivid Colors e Smooth Colors a autenticidade das cores nunca fica comprometida, ao passo que no modo monocromático é muito fácil captar imagens com a textura emocional do clássico preto e branco.

O Huawei P9 é fino e leve, tem com um ecrã de 5,2 polegadas Full HD, um processador ultra-rápido e está disponível nas versões de 32 ou 64 GB de memória de armazenamento, com 3 ou 4 GB de RAM, bateria não-removível de alta capacidade (3000 mAh). Para quem precisa ou prefere apostar num ecrã maior, o modelo P9 Plus tem 5.5 polegadas Full HD com Press Touch Display e uma bateria de maior capacidade com 3,400 mAh, mantendo-se as restantes características do P9.

O Huawei P9 Plus oferece adicionalmente a tecnologia “Dual-IC” de carregamento rápido, que permite alcançar metade da autonomia com apenas 10 minutos de carga. Além disso, tem som estéreo real através de duas colunas que reproduzem som de alta-fidelidade.

Ambos os modelos incorporam um sensor biométrico de reconhecimento de impressões digitais e oferecem tecnologia de tripla-antena para conectividade sem falhas, tanto a nível de redes 4G como de Wi-Fi. Os novos modelos topo de gama recorrem ao sistema operativo Android Marshmallow 6.0 e vêm equipados com uma aplicação nativa dedicada à assistência pós-venda, que permite o acesso ao Serviço VIP da Huawei para proprietários de modelos P9 e P9 Plus.

Uma vez registado na app HiCare, o cliente ganha um ano de garantia adicional, o que se traduz numa garantia total de três anos. Além disto, recebe uma garantia específica para o display, permitindo a substituição gratuita do ecrã do dispositivo durante os primeiros três meses em caso de quebra e ainda a garantia de substituição do equipamento por um novo, caso se registe alguma avaria durante os primeiros três meses após a sua aquisição. O Huawei P9 está disponível desde 599,90 euros e o P9 Plus a partir de 749.90 euros, nas versões de 32GB.

A Huawei detém atualmente 16 centros I&D (Investigação e Desenvolvimento) em locais como a Alemanha, Suécia, EUA, França, Itália, Rússia, Índia e China, dispondo de produtos e serviços implementados em mais de 170 países e servindo cerca de um terço da população mundial.

Com mais de 20 anos de experiência no setor das tecnologias de informação e comunicação, numa rede global de operações com centenas de parceiros, a Huawei disponibiliza tecnologias de ponta para oferecer aos consumidores um mundo de possibilidades e experiências extraordinárias.