A Holanda será “severamente” atingida se o Reino Unido deixar a União Europeia, advertiu esta quinta-feira o think tank Gabinete Central de Planeamento de Política Económica, prevendo uma eventual queda do PIB de 1,2% em 2030 e perdas comerciais de 10 mil milhões de euros.

“Se o Reino Unido se retirar da União Europeia (UE) isso vai afetar a Holanda mais severamente do que outros países da UE por causa das fortes relações comerciais”, alertou o estudo publicado esta quinta-feira.

A queda no comércio “pode levar a uma perda do Produto Interno Bruto da Holanda de 1,2%, ou 10 mil milhões de euros, em 2030”.

E os efeitos podem ser agravados por menos inovação, o que “poderia ampliar a perda do PIB de 10 mil milhões de euros em outros 65%”.

Os britânicos vão votar no próximo dia 23 num referendo sobre a permanência ou saída do Reino Unido do bloco dos 28.

A advertência holandesa segue-se a outras previsões de que a Holanda pode ser o país mais afetado no caso de se verificar o “Brexit”.

“Se o Reino Unido caminhar para a retirada da UE isso será seguido de um período de incerteza que pode levar a perdas económicas diretas”, indicou o think tank que aconselha o governo holandês.