Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Os Três Leões têm rugido muito pouco. A última vez que deram nas vistas foi há 20 anos, quando organizaram o Europeu que os fez cair nas meias-finais, nuns penáltis arquitetados pela Alemanha. A lengalenga é sempre a mesma: os ingleses andam atrás da glória de 1966, quando venceram o Mundial, e de dois em dois anos perguntam se é desta. Pode ser que seja, porque na frente têm dois homens que marcaram mais de 20 golos na Premier League e atrás deles está o novo Wayne Rooney, versão médio.

A seleção conta com os pulmões de uma nova geração de jogadores que promete — é, aliás, a equipa com a menor média de idades do Europeu (25, 3 anos). Por ali há dois rapazes com menos de 21 anos (Marcus Rashford e Dele Alli) no meio de homens experientes, sim, mas bem menos do que o costume. Se antes havia Gerrard, Lampard, Terry ou Ferdinand, agora apenas há Rooney e Gary Cahill no lote dos trintões, excluindo os guarda-redes.

separador_o_onze

Joe Hart; Kyle Walker; Gary Cahill, John Stones e Danny Rose; Eric Dier, Jack Wilshere, Dele Alli e Wayne Rooney; Harry Kane e Jamie Vardy.

separador_treinador

Roy Hodgson

craque (2)

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Wayne Rooney

https://www.youtube.com/watch?v=JBi6dOOKD1k

Convocados

Guarda-redes: Fraser Forster (Southampton), Joe Hart (Manchester City), Tom Heaton (Burnley).

Defesas: Ryan Bertrand (Southampton), Gary Cahill (Chelsea), Nathaniel Clyne (Liverpool), Danny Rose (Tottenham), Chris Smalling (Manchester United), John Stones (Everton), Kyle Walker (Tottenham).

Médios: Dele Alli (Tottenham), Ross Barkley (Everton), Eric Dier (Tottenham), Jordan Henderson (Liverpool), Adam Lallana (Liverpool), James Milner (Liverpool), Raheem Sterling (Manchester City), Jack Wilshere (Arsenal).

Avançados: Harry Kane (Tottenham), Marcus Rashford (Manchester United), Wayne Rooney (Manchester United), Daniel Sturridge (Liverpool), Jamie Vardy (Leicester).