O que dizer de uma equipa que continua a depender de um homem de 35 anos, cheio de cabelos brancos? Que é uma decisão prudente, pois Robbie Keane, mesmo nos EUA, continua a fabricar uma catrefada de golos. Nas últimas quatro épocas completas nos LA Galaxy, o avançado nunca marcou menos de 20 golos e, como tal, ainda lidera a sua seleção. A Irlanda tem Shay Given, um dos dois jogadores mais velhos do Europeu (40 anos) e também tem uma série de jogadores habituados à rotação do futebol inglês.

Como Aiden McGeady, extremo que Carlos Carvalhal treinou durante uns meses no Sheffield Wednesday, Séamus Coleman, do Everton, ou Shane Long, do Southampton. Os irlandeses são uns guerreiros e estão aqui porque eliminaram a Bósnia no play-off.

separador_o_onze

Shay Given; Séamus Coleman, John O’Shea, Ciaran Clark e Stephen Ward; James McCarthy, Robbie Brady, Aiden McGeady e Glen Whelan; Jonathan Walters e Robbie Keane..

separador_treinador

Martin O’Neill

craque (2)

Robbie Keane

Convocados

Guarda-redes: Shay Given (Stoke), Darren Randolph (West Ham), Keiren Westwood (Sheffield Wednesday).

Defesas: Séamus Coleman (Everton), Cyrus Christie (Derby), Ciaran Clark (Aston Villa), Richard Keogh (Derby), John O’Shea (Sunderland), Shane Duffy (Blackburn), Stephen Ward (Burnley), Robbie Brady (Norwich).

Médios: Aiden McGeady (Sheffield Wednesday), James McClean (West Brom), Glenn Whelan (Stoke City), James McCarthy (Everton), Jeff Hendrick (Derby County), David Meyler (Hull City), Stephen Quinn (Reading), Wes Hoolahan (Norwich), Jonathan Walters (Stoke).

Avançados: Robbie Keane (LA Galaxy), Shane Long (Southampton), Daryl Murphy (Ipswich).