Vão passar-se anos. Décadas. Gerações e mais gerações. E continuar-se-á a falar de Zlatan Ibrahimović na Suécia como de um herói. Zlatan não é mais o rapazinho que o Ajax contratou ao Malmö. Isso foi na viragem do século. Alto ainda é, mas menos esguio e mais pesadão, menos veloz mas mais portentoso, goleador, antes como agora. A Suécia é uma das seleções que menos curiosidade desperta em França. Pelo menos no pré-Europeu — as atenções estão todas voltadas para o narigudo da camisola dez, para ele e só ele. Mas esta mesma Suécia, que ainda mantém os veteranos Isaksson ou Källström na convocatória, é a mesma Suécia que no último verão nos destroçou, portugueses, vencendo-nos o Europeu de Sub-21. E estará em França muita dessa miudagem.

O melhor de toda ela é John Guidetti, que fará com Zlatan a parelha que outrora foi feita com Henrik Larsson. Mas o mais conhecido é Victor Lindelöf, que, aproveitando o azar de Luisão e Lisandro, agarrou a sorte pelo cachaço e ganhou um lugar no Benfica. Ninguém dá nada por eles, mas eles são tudo menos altos e toscos, estes suecos. Perguntem ao Raphaël Guerreiro, ao William, ao João Mário ou ao Rafa, que não os derrotaram na final de Praga…

separador_o_onze

Andreas Isaksson; Sebastian Larsson, Andreas Granqvist, Victor Lindelöf e Martin Olsson; Kim Källström, Pontus Wernbloom, Erkan Zengin e Jimmy Durmaz; John Guidetti e Zlatan Ibrahimović.

separador_treinador

Erik Hamrén

craque (2)

Zlatan Ibrahimović

https://www.youtube.com/watch?v=PzrZOeVM6Gc

Convocados

Guarda-redes: Andreas Isaksson (Kasimpasa), Robin Olsen (Copenhaga) e Patrik Carlgren (AIK).

Defesas: Ludwig Augustinsson (Copenhaga), Mikael Lustig (Celtic), Andreas Granqvist (Krasnodar), Erik Johansson (Copenhaga), Victor Lindelöf (Benfica), Martin Olsson (Norwich) e Pontus Jansson (Torino).

Médios: Jimmy Durmaz (Olympiakos), Albin Ekdal (Hamburgo), Emil Forsberg (Leipzig), Oscar Hiljemark (Palermo), Kim Källström (Grasshoppers), Sebastian Larsson (Sunderland), Oscar Lewicki (Malmö), Pontus Wernbloom (CSKA Moscovo) e Erkan Zengin (Trabzonspor).

Avançados: Marcus Berg (Panathinaikos), John Guidetti (Celta de Vigo), Emir Kujovic (Norrköping) e Zlatan Ibrahimovic (Paris Saint Germain).