O ex-candidato presidencial Vitorino Silva, conhecido como “Tino de Rans”, disse hoje que 707 pessoas no distrito do Porto participaram na iniciativa para escolher o nome do partido político que pretende lançar, garantindo que “há muita abertura”.

Vitorino Silva, que na sexta-feira passou por diversos concelhos do distrito do Porto com uma urna de voto, disse à Lusa que 513 daquelas pessoas votaram no nome “Povo Acordado” e 162 em “Partido Ânimo”.

Mas houve também quem votasse nos dois nomes e sugerisse a designação de “Acordar com Ânimo”, explicou, garantindo que esta primeira jornada para referendar, “simbolicamente”, o nome do partido “foi um sucesso” e “toda a gente reagiu bem” e quis participar, “incluindo crianças”, naquilo que considerou “uma coisa incrível”.

“Na escola primária, tal como se ensina matemática, inglês ou português, devia ensinar-se a dar importância ao voto”, afirmou.

Vitorino Silva garantiu que durante “mais quinze dias” vai continuar a percorrer o país com esta iniciativa, com a qual pretende “ouvir o povo” e que, neste primeiro dia, “as pessoas levaram muito a sério”, havendo “muito abertura”.

“Os políticos têm de aproximar das pessoas. A urna [de voto] tem de ser humilde e aproximar-se das pessoas”, vincou.

Depois, o ex-candidato à Presidência da República vai iniciar a recolha de assinaturas para a formação do partido, prometendo percorrer todos os distritos do país.