Russell Westbrook, dos Oklahoma City Thunder, e James Harden, Houston Rockets, juntaram-se na sexta-feira à lista crescente de jogadores da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) que vão estar ausentes da seleção dos Estados Unidos nos Jogos Olímpicos Rio2016.

Harden, o segundo melhor marcador da presente época com 29 pontos por jogo, e Westbrook, que partilhou o oitavo posto da mesma lista com 23,5, anunciaram em comunicado as decisões, após conversas com os seus familiares.

Sem mencionarem o vírus Zika, que tem preocupado vários atletas e adeptos, ambos reconheceram a dificuldade de abdicar de representar a seleção norte-americana, que procura a terceira medalha de ouro olímpica consecutiva.

“Em resultado de várias conversas difíceis com a minha família, com os Rockets e conselheiros de referência. Eu notifiquei [o diretor da federação de basquetebol dos Estados Unidos] Jerry Colangelo e a seleção que não vou competir nos Jogos Olímpicos de verão de 2016, no Brasil. Esta foi uma decisão ponderada que não tomei de ânimo leve”, afirmou Harden.

Além do ‘capitão’ da seleção norte-americana no Mundial2014, que já conquistou o título olímpico em Londres2012, também Westbrook revelou a sua recusa a viajar para o Brasil.

“Depois de falar com a minha família, decidi não participar nos Jogos Olímpicos deste ano. Não foi uma decisão fácil, até porque éter estado no Mundial2010 e nos Jogos de 2012 são os pontos altos da minha carreira”, assumiu Westbrook.

Este duplo anúncio ocorreu quatro dias depois de Stephen Curry, dos Golden State Warriors, duas vezes consecutivas eleito o melhor jogador da NBA, ter abdicado da competição, justificando-se no cansaço e nas lesões.

Antes, já LaMarcus Aldridge, dos San Antonio Spurs, Anthony Davis, dos New Orleans Pelicans, John Wall, dos Washington Wizards, e Blake Griffin e Chris Paul, dos Los Angeles Clippers, terem igualmente abdicado do Rio2016.

A escusa de ‘estrelas’ no Rio2016 reedita o sucedido em Atenas2004, quando as preocupações se centravam na segurança e nas construções tardias, levando a que os Estados Unidos não fossem além do terceiro lugar no torneio.