Foram doadas 162 gravuras inéditas do artista alemão Lucian Freud à National Portrait Gallery. Os desenhos foram criados quando autor tinha sete e oito anos de idade.

As obras foram todas doadas pela família do artista ao museu e estavam em excelente estado, segundo conta a curadora Sarah Howgate ao jornal inglês The Guardian: “Estas obras ajudam-nos a perceber melhor a forma como o artista se focava nos retratos”, afirmando que as obras estavam guardadas em envelopes.

Os desenhos foram feitos antes de Lucian fugir da alemanhã em 1933 em direção ao Reino Unido, onde se afirmou como um dos maiores pintores contemporâneos, assinando famosos retratos de Kate Moss e da Rainha Elizabeth II. Os desenhos ficarão em exposição até ao dia 6 de setembro.

Lucian Freud, neto de Sigmund Freud, morreu em 2011 com 88 anos de idade, em Londres.