Depois de cerimónias como os Óscares, os Globos de Ouro ou os BAFTA, encerrar a temporada das premiações é, no mínimo, um desafio. Razão pela qual a grande finale fica sempre na mãos dos grandes profissionais da indústria que se dedicam a atuações ao vivo de arte e musicais. Os Tony Awards (conhecidos como os Óscares do teatro) decorreram na passada madrugada de segunda-feira, em Nova Iorque. E não desiludiram.

Do primeiro vestido a desfilar na passadeira vermelha ao último espetáculo da noite, a cerimónia encheu-se de silhuetas elegantes e escolhas sofisticadas assinadas por grandes nomes da alta costura. Louis Vuitton, Zuhair Murad e Schiaparelli foram algumas das marcas que vestiram Cate Blanchett, Lucy Liu e Zuhair Murad. Esqueça os folhos, decotes provocadores e silhuetas brilhantes porque nesta noite de gala brilharam longos vestidos fluidos em cores sóbrias. Lupita Nyong’o pisou a red carpet com um vestido Hugo Boss, desenhado especialmente por Jason Wu para a atriz. Os pormenores coloridos da peça foram pensados para contrastar com o tom de pele de Nyong’o.

O designer Zac Posen foi representado por Joan Smalls num vestido em tons de rosa acetinado com joias Lorraine Schwartz. Mesmo antes de pisar a passadeira vermelha, a modelo desfilou (e rodopiou) pelas ruas nova-iorquinas com a cauda do conjunto.

No que toca aos prémios, a cerimónia premiou o sucesso de “Hamilton“, o mediático musical da Broadway, e ainda homenageou as vítimas de Orlando. Em fotogaleria, fique a par dos vestidos que marcaram a noite.