Imran Yousuf, um dos porteiros da discoteca Pulse, abriu uma das portas de emergência do estabelecimento, permitindo a dezenas de pessoas fugirem do tiroteio lá dentro. Antes de ser porteiro desta discoteca gay em Orlando, Yousuf pertencia à Marinha norte-americano e esteve destacado no Afeganistão.

Terá sido essa experiência que fez com que o porteiro de 24 anos reconhecesse os tiros no meio da música, segundo relatou à CBS. Imran Yousuf estava quase a sair do seu turno e a fazer a ronda final quando ouviu os disparos. Quando a confusão se instalou, Yousuf sabia que estava perto de uma porta que dava acesso à rua e gritou a várias pessoas para abrirem a porta. Paralisadas pelo medo, as pessoas não reagiram e Imran Yousuf atravessou a discoteca para abrir a porta.

O jovem relatou que terão passado entre 60 a 70 pessoas pela porta, mas que o seu desejo era ter conseguido salvar muitas mais pessoas. O jovem não se cruzou com o atirador por pouco, já que terá saído da porta da discoteca pouco tempo antes da entrada de Omar Mateen.