Rádio Observador

Copa América

Copa América: Campeão Chile conquista última vaga nos ‘quartos’, ao bater Panamá

A seleção chilena ainda esteve a perder, mas apenas 15 minutos. O Chile bateu o Panamá por 4-2 e garantiu o lugar nos quartos-de-final.

UWE ANSPACH/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O campeão em título Chile conquistou terça-feira a última vaga nos quartos-de-final da Copa América do Centenário, ao bater o Panamá por 4-2, na última jornada do Grupo D, em Filadélfia.

Necessitados apenas do empate, para se juntarem a Estados Unidos, Colômbia, Peru, Equador, México, Venezuela e Argentina, os chilenos ainda estiveram a perder, mas o sonho dos panamianos só durou 10 minutos.

Os avançados Eduardo Vargas, do Hoffenheim, e Alexis Sanchéz, do Arsenal, foram as grandes figuras do encontro, ao marcarem dois golos cada um, aos quais juntaram ainda a participação num terceiro.

Antes, aos cinco minutos, o Panamá adiantou-se no marcador, com um remate de fora da área de Miguel Camargo e a ajuda de um grande ‘frango’ de Claudio Bravo, depois de Gonzalo Jara perder a bola para o ex-Belenenses Gabriel Goméz.

Em desvantagem, o Chile reagiu de pronto, com Eduardo Vargas a empatar aos 15 minutos, na recarga a uma defesa incompleta de Jaime Penedo, a remate de Alexis Sánchez, que se isolou após jogada com Arturo Vidal.

A dois minutos do intervalo, Vargas voltou a faturar, desta vez de cabeça, depois de um centro perfeito de Jean Beausejour, sobre a esquerda.

O Panamá entrou forte na segunda parte, mas não concretizou as oportunidades criadas e, aos 50 minutos, Alexis Sánchez acabou com as dúvidas, ao concluir com um vistoso remate de primeira um cruzamento de Vargas.

Novamente com a ajuda de Bravo, os panamianos chegaram ao segundo golo, aos 75 minutos, com um cabeamento do suplente Abdiel Arroyo, que o guarda-redes do FC Barcelona não segurou, após um livre na direita.

O Panamá ainda precisava de mais dois golos para chegar aos ‘quartos’ e nem ameaçou o Chile, que ainda chegou ao quarto tento, aos 89 minutos, em mais um cabeceamento, agora de Alexis Sánchez, servido por José Fuenzalida.

Nos quartos-de-final, os campeões em título vão defrontar o México, a menos que, no último jogo da fase de grupos, a Argentina perca por pelo menos cinco golos face à Bolívia.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)