A polícia belga foi avisada de que combatentes jihadistas viajaram recentemente da Síria com o objetivo de fazerem atentados na Bélgica e também em França, segundo noticia a imprensa local, informações que os analistas desvalorizam.

“As informações que hoje surgiram em alguns ‘media’ são descontextualizadas e não têm, por si mesmas, qualquer impacto direto sobre o nível da ameaça atual”, segundo um comunicado divulgado esta quarta-feira pelo Órgão de coordenação para análise de ameaças (Ocam, na sigla francesa).

Uma nota de alerta foi enviada nos últimos dias para diferente serviços de polícia na Bélgica – e citada por jornais – alertando para o facto combatentes terem deixado a Síria “há cerca de uma semana e meia para chegarem à Europa via a Turquia e a Grécia, de barco, sem passaporte”.

As “muitas informações” recebidas pelo Ocam serão alvo de “análise e contextualização”, não tendo ainda sido alterado o nível alerta no país, que se mantém em três numa escala de quatro.