Um ataque conjunto da artilharia turca e de aviões da coligação internacional antijihadista matou 13 combatentes do grupo extremista Estado Islâmico (EI) no norte da Síria, informou a agência turca Anadolu.

O ataque ocorreu na sexta-feira, depois dos sistemas de vigilância turcos terem detetado unidades do EI, que se preparariam para lançar granadas de morteiro contra território turco.

Dirigido contra 32 objetivos, entre os quais cinco posições de defesa, três edifícios fortificados e um veículo convertido em plataforma de armas, o ataque foi o terceiro numa semana.

Nos últimos meses foram frequentes os ataques do EI contra a cidade turca de Kilis, a cinco quilómetros da fronteira com a Síria, tendo causado cerca de duas dezenas de mortos no lado turco.