Pelo menos 11 crianças e um adulto morreram neste domingo num lago na Rússia, na região da Carélia, quando uma tempestade súbita fez virar o barco recreativo em que seguiam. Quem deu o alerta foi uma sobrevivente, de 12 anos. Segundo as agências noticiosas, um homem terá sido detido por possível violação das regras de segurança.

No grupo que seguia no barco contavam-se 51 pessoas, sobretudo crianças e jovens. Pelo menos 36 estarão em segurança, segundo os serviços de emergência que foram enviados para o local. As vítimas do acidente seriam um grupo de visitantes oriundos de Moscovo, a capital da Rússia.

“Uma grande tragédia aconteceu na Carélia”, escreveu o presidente da Câmara de Moscovo, Sergei Sobyanin, na rede social Twitter. “De acordo com informações provisórias, 10 crianças de Moscovo morreram no [lago] Syamozero”, afirmou o responsável, enviando os pêsames às famílias.

Dado o alerta de socorro, foram enviadas para o local equipas de emergência incluindo barcos e helicópteros. Foi uma criança de 12 anos que deu o alerta, depois de ter sido levada pela corrente até à costa e pedir ajuda.

Segundo a imprensa russa, tinha havido sucessivos alertas nos últimos dias contra os riscos meteorológicos.