O tenista português João Sousa manteve esta segunda-feira o 30º lugar no ‘ranking’ mundial, numa lista que continua a ser liderado confortavelmente pelo sérvio Novak Djokovic.

Depois de passar uma ronda no torneio de Roland Garros, segundo ‘Grand Slam’ da temporada, João Sousa deixou a terra batida e entrou na temporada de relva com uma derrota à primeira no torneio de Halle, na Alemanha, uma das provas que prepara para Wimbledon, o terceiro ‘major’ do ano.

Na elite do ‘top-10’, o grande protagonista foi o canadiano Milos Raonic, ‘promovido’ dois lugares, surgindo esta segunda-feira na sétima posição, um dia depois de ter disputado a final do torneio londrino de Queen’s, que foi ganho pelo britânico Andy Murray, número dois do mundo.

Tal como sucede em masculinos, também o circuito feminino continua a ser comandado sem oposição pela norte-americana Serena Williams.

O ‘top-10’ passou a ter um novo elemento, a também norte-americana Madison Keys, que subiu seis ‘degraus’ para se fixar na décima posição, depois de se ter sagrado campeã do torneio inglês de Birmingham.

A número um portuguesa, Michelle Larcher de Brito, sofreu uma queda de 31 lugares na hierarquia, ocupando esta semana a 262.ª posição, isto apesar de ter chegado às meias-finais do torneio ITF (segundo escalão) de Ilkley, na Grã-Bretanha.